Artigos

 

         MENSAGENS EDUCATIVAS POSITIVAS     

 

 

 TEMA: CRIANÇA FELIZ, ADULTO FELIZ

Importante para pais e educadores 

 

CRIANÇA FELIZ, ADULTO FELIZ

   Uma melhor educação das atuais e das novas gerações, poderá mudar o rumo e a marcha da história do ser humano neste planeta Terra, já que as crianças e os jovens de hoje serão os futuros pais e mães, os futuros educadores ou dirigentes de Escolas e Universidades, os futuros dirigentes de empresas, os futuros administradores de cidades, Estados ou nações e os futuros cidadãos.

    As crianças e os jovens de hoje são a esperança de um mundo melhor no amanhã, de uma sociedade mais humana, com princípios éticos e saudáveis de relacionamento. É preciso, por isso, que evoluam de modo mais sadio e com melhores condições emocionais, maior responsabilidade e independência e muitas outras características saudáveis de seres humanos.

Pais e educadores conscientes têm como objetivo fazer de tudo para que a educação das crianças e dos jovens lhes assegurem condições de chegarem a ser adultos felizes e obterem êxito na vida. E que evoluam como seres humanos sadios, com personalidades bem formadas para que possam, quando adultos, contribuírem para uma sociedade melhor. Os pais e educadores querem desenvolver nos jovens valores realmente importantes, como maior consciência como pessoas, harmonia emocional, física e espiritual e, em especial, colaborarem para que a criança desenvolva uma autoimagem positiva que seja estimuladora para uma vida mais realizadora e feliz.

       Mas a realidade mostra que nem sempre os pais e os educadores têm claro como educar as crianças e os jovens, como formar personalidades saudáveis ou como estimular uma autoimagem que leve os jovens a desenvolver a autonomia, independência e responsabilidade e um maior equilíbrio emocional (chamado atualmente de Inteligência Emocional).

      Os adultos possuem muitas dúvidas sobre quais as melhores atitudes que devem ter para com as crianças para que elas evoluam de modo sadio, conhecendo os seus direitos como seres humanos mas também, os seus limites e seus deveres.

      Muitos pais e educadores acham que estão educando bem as crianças e os jovens quando ensinam, por exemplo, com suas próprias atitudes ou através das mensagens que dão a eles, mensagens que os incentivam a seres pessoas esforçadas, a fazerem depressa ou com perfeição, a serem pessoas fortes, ou até incentivando-os a serem pessoas impacientes, ansiosas, irritáveis ou fazendo tudo por eles, deixando-os dependentes, impedindo assim que as crianças e os jovens assumam a cada dia maior independência, ou abafando as suas emoções e suas criatividades.

      Muitos pais conscientes querem mudar para colaborarem de um modo mais eficiente para um sadio desenvolvimento das crianças, para que sejam seres humanos mais adaptáveis às novas realidades deste mundo, mas não sabem o que mudar e como mudar. Não sabem muitas vezes como serem pais ou educadores que dão estímulos de ternura e amor, de presença, de confiança, de segurança, de paciência, de ajuda, de cooperação, de solidariedade, de entusiasmo e de alegria de viver. Muitos pais, em especial, não sabem como vencer as barreiras dos tabus e dos preconceitos e chegarem a dar um abraço em um filho/a ou um beijo, ou não sabem fazer um carinho sem ficarem constrangidos, não sabem dizer coisas que farão, certamente, um tremendo bem à saúde emocional dos filhos.

      Mas agora os pais e os educadores recebem uma grande ajuda com a publicação do livro "Criança Feliz, Adulto Feliz: o Poder Emocional da Autoimagem", de Antonio de Andrade, (Editora Opção, www.editora-opcao.com.br 271 páginas, R$ 30,00). Esse livro é um verdadeiro Guia Prático para os pais e educadores poderem formar pessoas saudáveis e com um maior equilíbrio emocional. 

   

      O  livro discute, dentre outros assuntos, a crucial questão para a sociedade do novo milênio: que tipos de seres humanos os adultos de hoje estão formando para assumirem o destino da civilização quando forem adultos? O livro apresenta os caminhos e as opções disponíveis para formar pessoas saudáveis e felizes e uma sociedade mais equilibrada. Muitas das afirmações apresentadas pelo autor são acompanhadas de citações científicas, o que torna o livro importante não só para os pais e educadores, mas também para estudiosos.

     Antonio de Andrade acredita ser possível realizar as mudanças necessárias para se criar uma sociedade onde as pessoas possam viver de modo saudável e feliz, mais conscientes das suas necessidades e das suas fontes de satisfação e possam vivenciar melhor as suas emoções, consigo mesmos e com os outros, seja no trabalho, na vida conjugal, familiar ou social. No livro, dentre outros assuntos, é apresentado a importância das emoções positivas e o que fazer para que a vida seja mais satisfatória, quais as atitudes mais adequadas para os pais e educadores formarem, na criança e no jovem, uma autoimagem que permita uma vida com melhor qualidade emocional. O autor apresenta, também, os caminhos para a felicidade para que os adultos de hoje possam modificar para melhor as suas autoimagens. Apresenta, dentre outros, o estilo de vida chamado de SIMPLICIDADE VOLUNTÁRIA, um caminho de retorno à uma vida mais simples e realizadora de convívio com a família, onde os valores da vida estão centrados em "ser" e "conviver melhor" e não só em "ter", saindo do estilo de vida estressante de consumismo desenfreado. 

      Segundo o escritor Andrade, a sociedade atual poderá vir a ser mais equilibrada, poderá ter melhores seres humanos e obter melhores resultados SE os adultos de hoje repensarem as mensagens que as novas gerações estão recebendo e formando as suas personalidades, se desejam formar cidadãos responsáveis, mais equilibrados e felizes e em especial, uma sociedade mais civilizada. As opções estão nas mãos dos pais e dos educadores e o autor apresenta, nesse livro, as suas ideias para ajudar na formação de "gente de qualidade". Essas ideias do livro, certamente, irão contribuir para que os pais e educadores possam desempenhar melhor, as suas missões de educadores, contribuindo, assim, para que a sociedade venha a ter seres humanos mais saudáveis e felizes.


* Veja no site www.editora-opcao.com.br outros artigos do escritor Antonio de Andrade sobre educação de crianças  e orientações para pais e educadores nos livros "Disciplina e a Educação para a Cidadania" e "Criança Feliz, Adulto Feliz". 

 


É autorizado o uso do artigo e capa do livro, por quaisquer meios, com a indicação do autor e do site.