Artigos

 

         MENSAGENS EDUCATIVAS POSITIVAS     

 

 

 

 TEMA: POR QUE, NO NATAL, AS PESSOAS MUDAM? 

Prezado/a internauta

As pessoas começam a mudar quando chega a época do Natal. O que acontece com as pessoas? 

No artigo "Por que, no Natal, as pessoas mudam?" há algumas ideias para sua reflexão sobre essas mudanças. 

Que essas ideias contribuam para que faça desabrochar em sua vida características saudáveis e seja mais alegre e feliz, fazendo os outros também alegres e felizes.

Com um abraço fraterno, no ideal de um mundo humano melhor,

Antonio de Andrade

Lorena, SP

 

É autorizado o uso do artigo, por quaisquer meios, com a indicação do autor e do site.

  

 POR QUE, NO NATAL, AS PESSOAS MUDAM?

Antonio de Andrade *

    Na época do Natal é comum observar mudanças significativas acontecerem nas pessoas. Essas mudanças são tão marcantes e visíveis que já no passado o escritor Machado de Assis chegou a exclamar: "Mudaria o Natal ou mudei eu?" 

    O que acontece com as pessoas na época do Natal? Parece que elas conseguem superar o egoísmo de suas vidas, a competição desenfreada que parece ser o dia-a-dia durante o ano, com um viver individualista e com medo dos outros, passando a agir como se fossem outro tipo de pessoa, revelando um lado emocional mais sensível, com interesse pelas pessoas e com vontade de agradá-las, o que provoca uma mudança marcante: elas começam a dar estímulos positivos às outras pessoas.

    Parece que todo mundo fica tocado pelo espírito do Natal de convivência cristã, fazendo desabrochar algumas  características humanas saudáveis que durante todo o ano ficaram guardadas lá no fundo do baú da personalidade da maioria das pessoas. Quando chega a época do Natal, as pessoas começam a abrir o coração para os outros, estendendo suas mãos com bondade, com gestos de apoio, solidariedade e amizade, com sentimentos de paz e união fraterna. As pessoas ficam mais alegres, com sentimentos de otimismo, com mais esperança e com expectativa de um ano novo melhor. Parece que descobrem mais beleza na vida e vivem sorrindo para os outros e para suas próprias vidas, como se estivessem na vida a passeio. Há uma nova energia, muito positiva, entre as pessoas e aquele horizonte de felicidade que era olhado de longe, durante todo o ano, parece que agora está juntinho de todo mundo e todos querem reparti-lo uns com os outros. É como se todos tivessem descoberto a Fonte da Felicidade e estivessem repartindo com os outros essa felicidade!

    A cada final de ano que chega, as pessoas expressam seus sentimentos de um Feliz Natal aos outros e um Ano Novo cheio de sucesso e felicidade, dando a eles novo ânimo e nova dose de coragem para viverem suas vidas. Estão expressando suas vontades de que tudo caminhe otimamente bem para todo mundo e que cada pessoa encontre a tão buscada felicidade. Assim, na época do Natal, criam um mundo de amor, de paz, de alegria e de felicidade com os estímulos que dão e que também recebem, pois as pessoas ficam mais felizes quando recebem estímulos adequados e em quantidade suficiente.

    Essa vivência do espírito de Natal é uma amostra saudável e feliz do que os seres humanos poderiam viver em cada dia do resto do ano, se também nesses outros dias, continuassem a dar esses estímulos importantes para a felicidade das pessoas. Dizem que os esquimós possuem cinquenta e dois nomes para definir neve, algo muito importante para eles. A felicidade, para os seres humanos é, também, algo muito importante e cada pessoa a define de um modo, vivendo-a a seu modo. A felicidade é a essência de suas vidas e seriam muito mais felizes se a compartilhassem com as outras pessoas, cada dia, todo dia!

    Durante os dias do ano, a maioria das pessoas costuma viver como se a felicidade fosse dinheiro, e quanto mais elas gastarem, menos elas terão. Elas agem assim pois estão ainda influenciadas pelo egoísmo e pela mentalidade competidora de ganhar ou perder, em querer vencer as outras pessoas, em terem mais do que elas, impedindo que compartilhem a felicidade. Como as pessoas estão enganadas! A felicidade é como se as pessoas estivessem investindo dinheiro, quanto mais elas investirem mais obterão de volta, quanto mais felicidade repartirem com outras pessoas, mais felicidade receberão de volta! Isso se aprende praticando e cada uma é que tem que praticar, aprendendo a não guardar seus estímulos positivos para ocasiões especiais, como é o Natal e Ano Novo, vivendo com as pessoas como se todo dia do ano fosse, na realidade, uma ocasião especial.

    Contribua, com suas ações, para que a felicidade, o amor, a alegria e o entusiasmo sejam alguns dos propósitos dos habitantes humanos deste planeta Terra. Comece a praticar os ideais de convivência harmoniosa e de boa vontade para com os seres humanos, contagiando positivamente outras pessoas e estas também a mais outras. Quando todo mundo estiver praticando isso, nosso mundo, com certeza, será muito melhor!

    Há muito o que fazer para que isso aconteça! Por isso, que tal começar a praticar agora mesmo, espalhando alegria, o entusiasmo pela vida e felicidade para as pessoas? Um sorriso amigo, um elogio, um carinho, algumas palavras cordiais ou de amor não custam nada, você os tem dentro de si em fonte inesgotável! Esqueça que os outros não agem assim! Como diz aquele ditado, "ser feliz significa que, provavelmente, você terá que sair da fila e marchar ao som do seu próprio tambor". Vamos lá, faça a sua parte! Um amigo meu tem um curioso estilo de fazer a parte dele: ele tem uma aparência muito boa que chama a atenção das mulheres na rua e ele costuma dar uma piscada junto com um sorriso, somente para as mulheres que ele acha sem charme, feias ou que estão com uma expressão triste, tentando fazê-las sentir um pouco de valorização, melhorando a autoimagem delas, tentando colocar um sorriso em seus rostos. É o seu modo de fazer alguma coisa, espalhando um pouco de alegria pelas pessoas...

    E já que é época de Natal, receba prezado/a leitor, os meus estímulos positivos, o meu abraço fraterno e votos de que seja muito mais feliz e realizado/a, todos os dias do novo ano. 

* Veja no site www.editora-opcao.com.br outros artigos, livros e cursos de Antonio de Andrade.  No livro "Para um novo amanhecer" há ideias para se reaprender a estimular os outros para a alegria e felicidade. Outras ideias sobre esse assunto estão nos livros "Os Segredos de Fellicia", "Criança Feliz, Adulto Feliz" e "Disciplina e a Educação para a Cidadania", livros encontrados somente pelo site.